em Educação & Carreira, Inbound Marketing

O Inbound Marketing como promotor da sua carreira

inbound marketing pessoal

Há algum tempo falei sobre a certificação em inbound marketing, da HubSpot Academy. Hoje quero falar um pouco sobre como o inbound marketing pode ser usado não para promover empresas, mas para promover você como uma marca ou profissional.

A premissa básica do inbound marketing é atrair pessoas que estão interessadas em determinado assunto – geralmente ligado a um produto ou serviço B2C ou B2B – e em seguida entregar educação e valor para essas pessoas a fim de transformá-los em clientes ou consumidores.

Com isso em mente, as mesmas regras utilizadas para vender um produto ou serviço podem ser utilizadas para vender você como uma marca – atraindo potenciais empregadores, clientes e colegas de trabalho.

Crie conteúdo para atrair

Para isso, o primeiro passo que você precisa seguir é obviamente criar um blog – o blogging é o coração do inbound marketing. Com um blog em mãos você começa a escrever conteúdo seguindo duas premissas:

  • Ele precisa ser de qualidade.
  • E precisa ser relevante para o seu segmento de atuação.

Esse conteúdo vai atrair uma grande quantidade de pessoas que atuam no seu segmento, ou que tem interesse no segmento em questão. Essas pessoas podem ser empreendedores, Head Hunters, consultores, futuros colegas de trabalho, gestores de organizações não governamentais, etc.

O importante é atrair essas pessoas e compartilhar com elas conhecimentos que sejam importantes para o mercado e para a tomada de decisão delas.

Ajude o mercado compartilhando conhecimento e esteja preparado para converter as visitas do seu blog em leads.

Converta as visitas em “leads”

Para converter as suas visitas em leads, você pode usar os mesmos processos do inbound marketing. Crie um CTA – Call To Action, leve o seu visitante para uma Landing Page oferecendo algo de valor real para ele. Pegue os dados básicos para manter o contado e entregue aquilo que foi prometido.

Um exemplo clássico é você, sendo um profissional de RH, escrever um artigo sobre dificuldades no departamento de Recursos Humanos de uma empresa, e ao final do artigo colocar uma Call To Action para o download de um e-book sobre melhores práticas no RH. Ou sobre como agilizar a contratação em uma empresa.

Esse tipo de ação vai lhe dar uma lista de contato segmentada de pessoas que obviamente trabalham dentro do departamento de RH de empresas, ou que tem forte interesse pelo assunto.

Uma vez que você tenha essas leads em mãos, pode manter o relacionamento enviando conteúdo periódico para essas pessoas. Esse envio de conteúdo é uma forma de continuar demonstrando o seu conhecimento, educando o lead e deixando ele pronto para “comprar” o seu produto – que obviamente é o conhecimento que você tem.

Essa compra pode vir através de uma oferta de emprego, da contratação para uma consultoria ou treinamento, ou mesmo na sua indicação para empresas ou profissionais que sejam importante dentro do seu segmento de atuação.

Feche a “venda”

Dependendo do conteúdo que você compartilha e do tipo de lead que você conquista, vai ser fácil perceber quando a sua lead está pronta para se tornar uma “venda”.

Se você compartilha um conteúdo – um e-book, por exemplo – que fala sobre a resolução de um problema complicado em determinado departamento de uma empresa.

Dependendo da especificidade do problema e do grau de dificuldade de solução, você vai saber que a pessoa que procurou esse conteúdo é alguém que você pode ajudar com consultoria ou treinamento, por exemplo. Com isso, essa pode ser uma ótima oportunidade para enviar um e-mail para o lead buscando saber se ela precisa de algo mais para a resolução do problema. Se ele/ela está disposta a uma conversa por telefone ou Skype, etc.
Esse é o momento ideal para você se vender.

Encante os “clientes”

Mesmo que você seja contratado por uma empresa como funcionário integral ou apenas para uma consultoria/treinamento, não significa que o seu trabalho acabou.

Sempre vai existir conhecimento que você pode compartilhar com essa empresa/pessoa. Encantar o cliente é continuar o relacionamento e a troca de valor e educação mesmo depois que ele fechou a compra.
Esse é um ótimo momento para você oferecer um conteúdo exclusivo, uma interação mais próxima e mesmo ajudar o seu cliente/empregador á conquistar outras oportunidades de negócio com indicações e networking.

Quando o seu atendimento e a sua marca pessoal vai além do momento em que você se vendeu – sendo contratado pela empresa ou vendendo um treinamento/consultoria, o seu cliente/empregador sabe que pode contar com você e vai ser encantado.

Ele vai se tornar um defensor da sua marca pessoal. Uma fonte de indicações, networking e relacionamento duradouro e benéfico para os dois lados.

Deixe seu Comentário

Comentário